2018: jan . fev . abr . mai

2017: jan . mar . abr . jun . ago . set . nov . dez

2016: jan . fev . mar . abr . jun . jul . out . nov . dez

2015: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2014: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . dez

2013: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2012: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2011: jan . fev . mar . abr . mai . ago . set . out . nov . dez

2010: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2009: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2008: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2007: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2006: fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez






Fim de festa

Desculpem-me a ausência, não foi por causa de viagem de carnaval. Pelo contrário, passei a folia de momo na redação do Correio Braziliense, no bloco dos editores, no cordão dos sem-descanso. Ok, já tô acostumada, são muitos anos nisso. De observar o frenesi momesco (tanto agora, em Brasília, quanto antes, em BH). De ouvir as pessoas perguntando "o que você sentiu quando a Mangueira entrou?". E vai por aí afora. Sem mau humor, por favor. Tá tudo bem. O país brincou, cantou, dançou, se divertiu, e para muitos, agora começa o ano. Pra mim já começou há um tempão, vai bem, obrigado, com muita ralação e muita alegria. É como diz um amigo meu: a luta continua, companheira.
Beijos!

Clara Arreguy, terça-feira, fevereiro 28, 2006.

______________________________________________________