2018: jan . fev . abr . mai

2017: jan . mar . abr . jun . ago . set . nov . dez

2016: jan . fev . mar . abr . jun . jul . out . nov . dez

2015: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2014: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . dez

2013: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2012: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2011: jan . fev . mar . abr . mai . ago . set . out . nov . dez

2010: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2009: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2008: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2007: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2006: fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez






Dança edificante

Está estreando hoje o filme Vem dançar, que traz no papel central o astro espanhol Antonio Banderas. Ele faz o papel de um professor de dança de salão que encara o desafio de lecionar numa escola pública, para uma turma de jovens perigosos, que além do mais só querem saber de break, rap, essas coisas. Com jeitinho, é claro que as coisas se ajustarão. Os meninos vão topar um pouco de disciplina para aprender o tango, a rumba, a valsa, e ainda vão ensinar ao professor truques de samplers, DJs e outras modas. O mais importante é que ganharão auto-estima para conduzir melhor sua vida, antes condenada à violência e marginalidade. Trata-se daquele tipo de filme edificante, que tende a ser um saco, mas que, tendo a dança como mote, ganha interesse e boas cenas coreografadas.
Beijos!

Clara Arreguy, sexta-feira, junho 16, 2006.

______________________________________________________