2018: jan . fev . abr . mai

2017: jan . mar . abr . jun . ago . set . nov . dez

2016: jan . fev . mar . abr . jun . jul . out . nov . dez

2015: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2014: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . dez

2013: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2012: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2011: jan . fev . mar . abr . mai . ago . set . out . nov . dez

2010: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2009: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2008: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2007: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2006: fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez






Quem é a criança?

Fui ver o filme francês A criança, dos irmãos Dardenne, ganhador da Palma de Ouro em Cannes no ano passado, e gostei muito. Forte, mostra um casal lindo e louro nas ruas de uma cidade belga. Ele é um ladrãozinho pé-de-chinelo e ela chega da maternidade com um bebê no colo. Flanando pelas ruas, roubando aqui, dormindo em abrigos ali, eles não se incomodam com nada, até que ele decide vender a criança. Ela vira leoa, rompe a aparente harmonia, joga a polícia na parada. Ele volta atrás, mas cai em outra roubada ao deixar que um comparsa seu, de 14 anos, seja preso. Aí muda tudo, e ele cai em si. É preciso crescer. A criança se refere ao bebê, ao molequinho preso, mas principalmente a Bruno, o anti-herói de uma sociedade em que os jovens crescem sem virar adultos.
Beijos!

Clara Arreguy, quinta-feira, julho 20, 2006.

______________________________________________________