2018: jan . fev . abr . mai

2017: jan . mar . abr . jun . ago . set . nov . dez

2016: jan . fev . mar . abr . jun . jul . out . nov . dez

2015: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2014: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . dez

2013: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2012: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2011: jan . fev . mar . abr . mai . ago . set . out . nov . dez

2010: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2009: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2008: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2007: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2006: fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez






Classe operária vai ao paraíso

A classe operária vai ao paraíso no novo longa de Carlos Reichenbach, Falsa loura, apresentado na quarta noite competitiva do Festival de Brasília. Espécie de Garotas do ABC 2, o filme acompanha as aventuras e desventuras de uma operária, Silmara, vivida pela atriz brasiliense Rosanne Mulholland, nova queridinha do cinema nacional. Entre jornadas nas esteiras e shows no clube, a moça sonhadora consegue se aproximar dos ídolos, se envolve com eles, mas acaba sempre tratada como prostituta. Vai ao paraíso mas lá é feita objeto sexual, objeto de consumo, um estranho no paraíso. Reichenbach trabalha desejos e realidades num jogo em que os mescla e processa com delicadeza e verdeiro amor por suas personagens.
Entre os curtas, o mais interessante foi Enciclopédia do inusitado e do irracional, sobre um homem que trabalha numa biblioteca e dá voz aos monstros que o rodeiam; e Trópico das cabras, um road movie vivido por um casal em desacerto.

Beijos!

Clara Arreguy, domingo, novembro 25, 2007.

______________________________________________________