2018: jan . fev . abr . mai

2017: jan . mar . abr . jun . ago . set . nov . dez

2016: jan . fev . mar . abr . jun . jul . out . nov . dez

2015: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2014: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . dez

2013: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2012: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2011: jan . fev . mar . abr . mai . ago . set . out . nov . dez

2010: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2009: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2008: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2007: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2006: fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez






Resultado polêmico

O Festival de Brasília do Cinema Brasileiro terminou na terça-feira com vaias e polêmica. Tudo porque o júri premiou com seis Candangos (inclusive o de melhor filme) Cleópatra, de Julio Bressane, deixando em segundo plano o preferido do público, Chega de saudade, de Laís Bodanzky. A platéia não gostou. Vaiou Alessandra Negrini que, apesar de uma interpretação esquisita, com sotaque forçado e poses descabidas, ganhou como melhor atriz. Ataques contra a suposta falta de inteligência dos que não gostaram de Cleópatra temperaram a polêmica. Muito fácil tachar de burro quem não reza por sua cartilha. Muito fácil ser premiado por ser quem é, independente do que faz concretamente. Achei o nível do festival baixo, em longas e curtas, mas o evento mantém sua importância para a cidade e o país. Uma delícia de cobrir e acompanhar.

Beijos!

Clara Arreguy, quinta-feira, novembro 29, 2007.

______________________________________________________