2018: jan . fev . abr . mai

2017: jan . mar . abr . jun . ago . set . nov . dez

2016: jan . fev . mar . abr . jun . jul . out . nov . dez

2015: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2014: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . dez

2013: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2012: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2011: jan . fev . mar . abr . mai . ago . set . out . nov . dez

2010: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2009: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2008: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2007: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2006: fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez






Sem contemplação

Um dos relançamentos da obra de Wander Piroli pela Editora Leitura é o livro infantil O matador, ilustrado por Odilon Moraes. Como tudo na literatura do escritor mineiro, morto em 2006, trata-se de uma visão ácida de fatos relatados sem contemplação, embora destinada a crianças. Na historinha, um menino relembra a infância num lugar onde ainda se brincava na rua, se atiravam pedras nos passarinhos - sem ser crime - e, exceto o narrador, todo mundo tinha boa pontaria no bodoque contra os pardais. Até que um dia o menino se encontra frente a frente com o bichinho...
Wander Piroli, em O matador, mantém a verve crua e cruel que marca seus escritos, a linguagem direta e seca que fez dele um dos grandes textos de sua geração. E as ilustrações casam perfeitamente com a narrativa.

Beijos!

Clara Arreguy, sexta-feira, julho 25, 2008.

______________________________________________________