2018: jan . fev . abr . mai

2017: jan . mar . abr . jun . ago . set . nov . dez

2016: jan . fev . mar . abr . jun . jul . out . nov . dez

2015: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2014: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . dez

2013: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2012: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2011: jan . fev . mar . abr . mai . ago . set . out . nov . dez

2010: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2009: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2008: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2007: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2006: fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez






Comedinha romantiquinha

Uma sessão da tarde daquelas quando você está de folga e nada mais. Assim se pode definir Marido por acaso, que reúne como casal central a bela e charmosa Uma Thurman e o ator de televisão Jeffrey Dean Morgan, cada vez mais alçado a bons papéis no cinema. O terceiro vértice do triângulo é Colin Firth e de quebra há participações especiais de Sam Sheppard e Isabella Rossellini. A trama é sobre uma escritora de livros de autoajuda que dá conselhos sentimentais pelo rádio e que, após dar palpite no relacionamento de uma moça, desperta a ira do bombeiro que ela abandona. O rapaz, para se vingar, promove, com a ajuda de um hacker, o próprio casamento com a moça. Formado o imbroglio, às vésperas do enlace dela com o editor de seus livros, o casal artificial encontra mais afinidades do que supunha e se apaixona irremediavelmente...
Enfim, uma comedinha romântica como tantas, com poucas qualidades senão um elenco de primeira.

Beijos!

Clara Arreguy, quinta-feira, agosto 13, 2009.

______________________________________________________