2018: jan . fev . abr . mai

2017: jan . mar . abr . jun . ago . set . nov . dez

2016: jan . fev . mar . abr . jun . jul . out . nov . dez

2015: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2014: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . dez

2013: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2012: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2011: jan . fev . mar . abr . mai . ago . set . out . nov . dez

2010: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2009: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2008: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2007: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2006: fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez






Espionagem à moda antiga


À moda antiga só porque, no tema, estão de volta os velhos conflitos da Guerra Fria, opondo soviéticos e ocidentais. Trata-se do ótimo O espião que sabia demais, de Tomas Alfredson, com elenco estelar encabeçado por Gary Oldman (foto, magistral), mas também com os ótimos John Hurt e Colin Firth em destaque.

A história do escritor John LeCarré tem adaptação afiada, em que a trama requer atenção e concentração do espectador. Talvez por isso tenho sido fácil ouvir críticas e muxoxos de alguns na saída do cinema. Inclusive gente saindo antes do fim, chamando de filme ruim. É o contrário: filme bom demais, mas que pede pensamento. E muita gente se desacostumou de pensar.

A direção de arte faz outro belo trabalho na reconstituição do início dos anos 1970, em cidades como Londres, Istambul e Budapeste. Ritmo, trilha sonora, intepretações, enredo centrado nos organismos de espionagem e contraespionagem de britânicos e russos, tudo concorre para um entretenimento de alto nível.

Beijocas!

Clara Arreguy, terça-feira, janeiro 17, 2012.

______________________________________________________

Comments:
Me parece ser um bom filme, Clarinha. E vou assistir...ainda neste ano heheheeh bjs
Alex
 
Postar um comentário