2018: jan . fev . abr . mai

2017: jan . mar . abr . jun . ago . set . nov . dez

2016: jan . fev . mar . abr . jun . jul . out . nov . dez

2015: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2014: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . dez

2013: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2012: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2011: jan . fev . mar . abr . mai . ago . set . out . nov . dez

2010: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2009: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2008: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2007: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2006: fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez






Literatura homoerótica

O autor Augusto Treppi não se esquiva do rótulo de escrever literatura homoerótica, por isso desavisados não vão ler Obsessão, seu terceiro romance, e se chocar com as descrições explícitas de sexo entre dois homens, muitas vezes em clima de conto erótico. Independentemente disso, ou para além disso, o livro oferece uma trama envolvente, que prende o leitor pelo suspense.

A proposta é inverter o jogo de opressão ao qual o senso comum está acostumado: ricos oprimem pobres, brancos oprimem negros etc. Em Obsessão, o casal formado pelo médico alto, branco e rico Ramon, e pelo camelô Denilson, baixinho e mulato, vive à beira da tragédia, devido ao temperamento violento do segundo, possessivo, dominador e ciumento.

A tensão da narrativa cresce com os mistérios que envolvem o segundo personagem, deixando o leitor à beira do precipício. O desfecho, no entanto, em anticlímax, fica aquém do crescendo desenvolvido ao longo dos capítulos. Bom, como a proposta é quebrar rótulos e tabus, faz sentido.

O livro, em e-book, pode ser obtido por intermédio da comprelivrosgls@uol.com.br. 

Abração a todos!

Clara Arreguy, segunda-feira, abril 30, 2012.

______________________________________________________