2018: jan . fev . abr . mai

2017: jan . mar . abr . jun . ago . set . nov . dez

2016: jan . fev . mar . abr . jun . jul . out . nov . dez

2015: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2014: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . dez

2013: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2012: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2011: jan . fev . mar . abr . mai . ago . set . out . nov . dez

2010: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2009: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2008: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2007: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2006: fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez






Linda juventude

Já fui entrevistada duas vezes pela professora e premiada escritora Margarida Patriota no programa "Autores e Livros", que ela mantém há anos na Rádio Senado. Pessoa, além de brilhante, gentil e de um refinamento raro hoje em dia.


Acabo de ler dela o romance "Enquanto aurora - Momentos de uma infância brasileira" (7Letras, 2012), uma narrativa aparentemente juvenil, mas de uma poesia e uma profundidade que enganam à primeira vista.

A narradora do livro é a adolescente Maria, que nos conta, como quem não quer nada, as aventuras e desventuras dela e dos primos nas férias que compartilham em fazendas e praias pelo Brasil. Enquanto se divertem, os jovens aprendem, sofrem, crescem, cada qual com suas dificuldades.

Uns são órfãos, outros têm irmão pequeno, outros anseiam por maior proximidade com a família.

A sexualidade latente, o amadurecimento acompanhado de alguma filosofia e muita poesia, a narrativa ao mesmo tempo contemporânea e aparentada de narrativas clássicas, a simpatia irresistível de Maria, sua avó, seus tios e primos, fazem de "Enquanto aurora" uma leitura simplesmente deliciosa, imperdível. E que bela edição!

Beijocas!

Clara Arreguy, quinta-feira, setembro 27, 2012.

______________________________________________________