2018: jan . fev . abr . mai

2017: jan . mar . abr . jun . ago . set . nov . dez

2016: jan . fev . mar . abr . jun . jul . out . nov . dez

2015: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2014: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . dez

2013: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2012: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2011: jan . fev . mar . abr . mai . ago . set . out . nov . dez

2010: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2009: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2008: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2007: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2006: fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez






Ótimo drama francês 1


Admito que estou bem atrasada, pois o filme "Intocáveis" (foto de divulgação) já está em cartaz há meses, mas eu ainda não o tinha visto. Quase perco um dos melhores dramas recentes, uma produção francesa delicada e densa, sem perder a leveza.

O drama dos diferentes - o ricaço tetraplégico refinado e o pobretão marginal e cheio de vida - é conduzido sem forçação de barra. Afinal, o desempregado Driss (Omar Sy) vai parar no papel de cuidador de Philippe (François Cluzet) porque, para quem só mantém a lucidez e os movimentos de cabeça, pouco resta além da capacidade de se aventurar.

E do encontro que tinha tudo para dar errado surge a possibilidade do aprendizado mútuo, da amizade que transforma, da abertura para a vida, para todos os envolvidos, como nenhum dos dois suspeitava que pudesse ocorrer dadas as aparentes sentenças do destino inexorável.

O roteiro e a direção de Eric Toledano e Olivier Nakache conduzem a narrativa em tom de comédia, mas o que se desenrola ali é um drama não melodramático, não apelativo, que respeita a inteligência e a emoção do espectador.

Uma delícia de filme, com belas interpretações e música envolvente! Beijos!

Clara Arreguy, segunda-feira, dezembro 03, 2012.

______________________________________________________