2018: jan . fev . abr . mai

2017: jan . mar . abr . jun . ago . set . nov . dez

2016: jan . fev . mar . abr . jun . jul . out . nov . dez

2015: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2014: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . dez

2013: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2012: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2011: jan . fev . mar . abr . mai . ago . set . out . nov . dez

2010: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2009: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2008: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2007: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2006: fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez






A flor do cerrado


Um belo trabalho o livro "A flor do cerrado", de Silvestre Gorgulho, sobre a Torre de TV Digital de Brasília. O livro conta o processo de criação e construção do novo marco da cidade, uma torre erguida para abrigar conjuntamente as antenas de TV digital de todas as emissoras da capital federal. Obra magnífica de Oscar Niemeyer, com a marca do gênio maior da arquitetura.

Silvestre Gorgulho foi o secretário de Cultura do GDF que conduziu as negociações com Niemeyer, com o governo, com as empresas de comunicação e com a população da cidade para a chegada da nova atração turística que já movimenta Brasília desde sua inauguração.

A torre é um belíssimo monumento, a ser visitado e a ser contemplado à distância, pela imponência e, à noite, pela beleza de seu desenho de luz, criado para que ela aconteça de qualquer ponto do DF. Afinal, a "flor do cerrado" se localiza no ponto mais alto da capital, na região do Colorado.

O livro, belíssimo, contém histórias, textos analíticos, técnicos, jornalísticos, ao lado da poesia do autor e das fotografias impressionantes que registram o passo a passo do monumento. Uma peça que quem folheia não quer parar de ler e ver.

Ao Silvestre Gorgulho, os parabéns e a gratidão de todo brasiliense nato ou adotivo.

Beijus!

Clara Arreguy, segunda-feira, abril 08, 2013.

______________________________________________________

Comments:
Meu viver já me proporcionou vários privilégios que guardo, com carinho, no coração. Um desses privilégios acaba de me acontecer, ao entrar no blog erudito, didático e lindo de Clara Arreguy e ler - surpreso - um comentário como esse sobre meu livro A FLOR DO CERRADO - Torre Digital de Brasília. Confesso o que já confessei várias antes, quando Clarinha era editora de Cultura do Correio Braziliense: Clara Arreguy é uma das minhas deusas do bom jornalismo, da crítica literária consistente e das boas histórias de MInas.
Silvestre Gorgulho
 
Obrigada, amigo, mas o mérito é todo seu!
 
Postar um comentário