2018: jan . fev . abr . mai

2017: jan . mar . abr . jun . ago . set . nov . dez

2016: jan . fev . mar . abr . jun . jul . out . nov . dez

2015: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2014: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . dez

2013: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2012: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2011: jan . fev . mar . abr . mai . ago . set . out . nov . dez

2010: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2009: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2008: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2007: jan . fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez

2006: fev . mar . abr . mai . jun . jul . ago . set . out . nov . dez






Uma linda poeta de 14 anos

Uma linda menina de 15 anos, Luiza Midlej, lançou aos 14 o livro de poesia "Circuncisfláutica", em edição própria e em parceria com o Clube de Autores e FSC. Que grata surpresa!

Conheço muita gente que escreve poesia aos 14 anos (eu mesma fui uma), mas poucas com a consistência da Luiza. Não apenas conteúdo, sentido poético, como domínio da técnica. Luiza é poeta de verdade. Já.

Seu tema pode ser o amor, o tempo ou a existência. Seus versos são curtos, mas certeiros. Olhem só:

Halls

e quando a dor apertava
ela chupava um halls preto
pra ver se ardia na boca
ao invés de arder no peito

E este:

Volta

volta, amor
vem bater na minha porta
que eu já cansei de apanhar da solidão

Curtam a Luiza Midlej. Beijos!

Clara Arreguy, quinta-feira, dezembro 03, 2015.

______________________________________________________